Publicado em Deixe um comentário

Qual a melhor dieta para emagrecer?

Se você vê a maioria dos textos que eu posto você sabe que eu não sou o tipo de nutricionista radical e sabe que não existe uma dieta para emagrecer, tinha que colocar esse título para você vir até aqui e ler oque está ali embaixo.

A cada dia aparece propaganda de um novo tipo de dieta, prometendo dar a qualquer pessoa um corpo escultural, rapidamente e sem dificuldades. Mas estudos científicos claramente demonstram que a população humana está cada vez mais obesa, e que problemas de saúde relacionados à obesidade estão aumentando. Isso sugere que ninguém está seguindo essas dietas miraculosas. Ou talvez elas não sejam tão simples e eficazes quanto prometem. No vasto mundo das dietas para perda de peso e na busca por melhor saúde, quais seriam as melhores recomendações científicas disponíveis?

Frequentemente, jogamos a culpa do engordar na pessoa obesa: porque ela come quantidades erradas, tipos de alimentos incorretos, horários errados, etc. Mas a verdadeira razão de termos tanta obesidade no mundo, hoje, é a evolução.

Procedemos de humanos que viveram durante milhares de anos em situação de escassez de comida. Desse modo, somos desenvolvidos e programados para guardar qualquer excesso de comida ingerida como gordura, para usar essa energia armazenada em tempos de necessidade. Também evoluímos para gostar muito de comida, especialmente aquela que é rica em calorias. Porque garante a nossa sobrevivência.

Mas colocar a culpa da obesidade na evolução, justificadamente, não elimina o fato de que ser obeso relaciona-se a vários problemas de saúde, incluindo diabetes, infarto, cânceres e doença de Alzheimer, dentre outros. Logo, para a maioria da população que deseja envelhecer com saúde, vale a pena ficar de olho na balança e evitar a obesidade. A pergunta que fica é: como fazer isso, com sucesso e com saúde. Pois o primeiro ponto é avaliar a relação da obesidade e uma alimentação adequada, pois a pessoa que deseja perder peso, porque precisa ganhar saúde. Foram criados padrões estéticos que não correspondem necessariamente a menor incidência de doenças, como modelos fotográficas.

Está acabando JURO! Portanto, vejo que tem muita gente com peso normal que gostaria de perder uma pequena ”barriguinha” por motivos estéticos, mas que não terá nenhum ganho de saúde associado, e talvez sofra prejuízos.

Mas então, o que devemos então comer? A resposta é que, cientificamente, há evidências claras que dietas moderadas em carboidratos, proteínas e gorduras, e, acima de tudo, variadas, são as ideais em termos de saúde a longo prazo. Falo isso em toda conversa que faço com os lugares que eu tenho parceria, dieta é somente com nutricionista, dessa forma, busque um para um melhor equilíbrio nutricional!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *